[ editar artigo]

Doenças cardiovasculares e a pandemia de COVID-19

Doenças cardiovasculares e a pandemia de COVID-19

 

Estudo indica que 40% dos pacientes hospitalizados pelo novo coronavírus possuíam doença cardiovascular ou cerebrovascular

As doenças cardiovasculares são um grupo de doenças relacionadas com o coração e os vasos sanguíneos, incluindo: doença coronariana, doença cerebrovascular, doença arterial periférica, doença cardíaca reumática, cardiopatia congênita, trombose venosa profunda e embolia pulmonar, sendo as doenças cardíacas a principal causa de morte no mundo, mais pessoas morrem anualmente por essas enfermidades do que por qualquer outra causa.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) coloca as doenças cardiovasculares como a principal causa de morte no âmbito global. Em levantamento recente, no ano de 2015, a entidade informou que, naquele ano, o total de óbitos envolvendo essas enfermidades chegou a 17,7 milhões. O número representou 31% das mortes. Dentro desse número, 75% das mortes acontecem em países de baixa e média renda e 80% são devido a ataques do coração e derrames, com isso, consideradas um grave problema de saúde pública.

Os fatores genéticos possuem grande relevância para o desenvolvimento de doenças do coração, no entanto, podemos fazer a prevenção dessas doenças quando cuidamos de nossa saúde como um todo, ou seja, podemos manter um peso saudável, circunferência abdominal dentro dos valores recomendados, evitar o sedentarismo, cuidar da saúde mental, evitando o estresse, mantendo a pressão arterial, o açúcar do sangue e colesterol adequados, evitar o tabagismo e o consumo excessivo de álcool, manter uma correta higienização bucal e controle de doenças periodontais, são cuidados que podem melhorar a nossa qualidade de vida e consequentemente diminuir as chances de desenvolver as doenças cardiovasculares.

Contudo, estamos vivendo uma pandemia mundial do novo Coronavírus, que é uma espécie de vírus conhecida desde 1960, que com o decorrer do tempo sofreu mutações genéticas transformando-se em algo novo para os seres humanos, causando a doença hoje conhecida como COVID-19, sendo seus sintomas muito semelhantes a um resfriado, podendo evoluir para casos graves de insuficiência respiratória e morte.

Doenças cardiovasculares e COVID-19

Mas você deve estar se perguntado, o que tem a ver a COVID-19 com as doenças cardiovasculares, então vamos aos dados: o American College of Cardiology, lançou um boletim para orientar os profissionais de saúde sobre o que vem acontecendo com os pacientes hospitalizados pelo COVID-19. Foi observado que 50% dos pacientes internados possuíam doenças crônicas, sendo que, 40% possuíam doença cardiovascular ou cerebrovascular. Entre os casos fatais, 86% tinham acometimento respiratório, desses 33% acometimento cardíaco associado e 7% acometimento cardíaco isolado.

Assim, percebemos que existem chances do Coronavírus desencadear consequências mais graves aos portadores de doenças cardiovasculares, devido a isso, o mais indicado nesse momento é manter o isolamento social dessas pessoas, promover ações que possam melhorar as condições do sistema imunológico para defender o organismo frente a esse vírus.

Algumas medidas simples podem ser tomadas como:

  • Se exercitar em casa;
  • Se alimentar bem, com refeições coloridas, ricas em verduras e legumes, não esquecendo das frutas ao longo do dia;
  • Tomar água e mantendo-se hidratado;
  • Redobrar os cuidados com a higiene bucal, utilizando fio dental, escovando os dentes, tecidos moles e língua.

Tudo isso sempre foi dito pelos profissionais da área da saúde, mas em especial agora, é essencial adotar um estilo de vida saudável, com comportamentos em favor da vida, promovendo a saúde, prevenindo-se!

 

O Sesi disponibiliza uma CENTRAL DE SAÚDE para tirar suas dúvidas sobre o coronavírus pelo email centraldeinformacoes@sistemafiep.org.br ou whatsapp: 41 99602-6727 das 8h às 18h.

Por: Sesi PR

Observatório Sistema Fiep
Ler matéria completa
Indicados para você