[ editar artigo]

Quais protocolos minha indústria deve seguir para a proteção dos funcionários?

Quais protocolos minha indústria deve seguir para a proteção dos funcionários?

Medidas preventivas gerais:

  • Crie um comitê de riscos ou escolha uma pessoa focal para auxiliar na tomada de decisões;
  • Oriente para que os colaboradores lavem as mãos ao chegar ao trabalho;
  • Se possível, eles devem complementar a higiene com o uso de álcool em gel;
  • Evite aglomerações e oriente que se mantenha a distância de um metro;
  • Para isso, estabeleça um revezamento nas áreas comuns, como refeitórios;
  • Intensifique a higienização dos espaços e superfícies, como maçanetas, torneiras, portas, corrimões, entre outros;
  • Desinfete bebedouros com frequência e disponibilize copos descartáveis;
  • Evite qualquer tipo de viagem a trabalho;
  • Forneça, nos espaços de trabalho e em outras áreas comuns, ambientes abertos para a circulação de ar;
  • Mantenha em dia a manutenção dos sistemas de ventilação ou ar-condicionado;
  • Oriente a equipe em relação à higiene e ao uso de áreas comuns, para evitar o contágio;
  • Ofereça orientações e treinamentos a distância, para acesso de qualquer lugar;
  • Forneça e substitua regularmente sabonetes, toalhas de papel, álcool em gel e outros itens básicos de higiene;  
  • Nas estações de trabalho, disponibilize lenços e sprays de limpeza para desinfetar equipamentos;
  • Divulgue canais e fontes oficiais para o esclarecimento de dúvidas;
  • Libere o acesso externo aos sistemas da empresa para todos os colaboradores.

Armazenagem e distribuição:  

  • Oriente para a higienização dos veículos (externa e internamente);
  • Controle o fluxo de veículos, para que poucas pessoas os utilizem;
  • Desinfete os veículos ao término do turno;
  • Mantenha limpos ar-condicionado e demais componentes do sistema de climatização.

Produção:

  • Oriente para que o trabalhador troque de roupa ao chegar ao trabalho;
  • Ao término dos turnos, desinfete o mobiliário e também máquinas, equipamentos, ferramentas e utensílios;
  • Intensifique a orientação aos funcionários sobre desinfecção dos EPIs usuais;
  • Estabeleça a distância de um metro entre os colaboradores da linha de produção.

Medidas para casos suspeitos ou confirmados: 

  • Oriente para que colaboradores com sintomas leves de gripe informem seus superiores;
  • Nesses casos, o Ministério da Saúde recomenda que seja feito o isolamento domiciliar por no mínimo sete dias;
  • Caso apresentem sintomas como febre, tosse e dificuldade para respirar, a orientação é que procurem, imediatamente, o atendimento médico;
  • Caso tenha um caso confirmado, isole o colaborador conforme recomendação médica;
  • O trabalhador que teve contato com um caso positivado deve se isolar por, no mínimo, 14 dias;
  • Faça mapeamento de todos que tiveram contato próximo com o suspeito ou confirmado;
  • Higienize e desinfete o local de trabalho do suspeito ou confirmado;
  • Acione o RH para que oriente às famílias para que tomem as precauções de isolamento e busquem orientações na rede de saúde;
  • Sugira home office para as funções em que isso é possível;
  • Caso não haja essa possibilidade, aplique banco de horas ou siga a MP 927/2020 em: http://www.fiepr.org.br/News37683content433755.shtml

Gerenciamento de crise:

  • Constitua um grupo de trabalho multidisciplinar para auxiliar na elaboração dos planos de ação e para garantir a execução das medidas;
  • Caso não seja possível, nomeie um ponto focal para a tomada de decisões;
  • Monitore e administre contatos com o governo, órgãos públicos e publicações de informações;
  • Analise os impactos legais resultantes de uma crise sobre a instituição, seus empregados, fornecedores e clientes;
  • Oriente membros com função de porta-vozes para o caso de terem que responder à imprensa;
  • Mantenha atividades não afetadas pela crise;
  • Mantenha informados sobre as ações os diversos públicos com os quais a empresa interage.  

Fluxo de Crise – Passo a passo de como proceder: 

Linha do tempo recomendada:

Para mais dúvidas:

Central de Saúde do Sesi – (41) 9 9602-6727

 

Links para consulta:

Fonte: Fiep

Observatório Sistema Fiep
Ler matéria completa
Indicados para você